Porque devo peneirar a farinha de trigo?

Boas receitas de bolo pedem que os ingredientes sejam peneirados…É realmente necessário? 
A farinha de trigo é processada extremamente fina na fábrica, porém é embalada em pacotes pequenos e acaba ficando bem compacta. Portanto é fundamental que seja peneirada para que ela fique aerada, ficando “livre, leve e solta”. A farinha absorve umidade externa, ainda mais em um local como a cozinha, podendo criar vários grumos, que devem ser eliminados. Caso contrário, você terá um bolo pesado e na hora que entrarem em contato com os líquidos, ficarão encapsulados e nada poderá dissolve-los. O resultado você vê na hora de servir o bolo – aquelas pelotas de farinha, nada atraentes. Com este e outros cuidados, você vai aprimorando cada vez mais seus bolos.

Não matem o fermento!!!

Fonte: https://temciencianoteucha.com


Esse é um dos crimes mais comuns cometido nas cozinhas, o assassinato do fermento.

O fermente biológico, seja ele fresco ou seco, é composto por leveduras, isso é fungos. A levedura mais utilizada é a Saccharomyces cerevisiae, que também é empregada na produção de cerveja.
Como a levedura faz o pão crescer?

Ela consome (come!) o açúcar presente na massa e produz CO2 que é um gás. As bolinhas de CO2 querem sair da massa e por isso fazem com que ela aumente de tamanho. Além disso, a presença de gás na massa deixa ela mais macia.



Como se mata o fermento?

Bom, pensando que o fermento é um ser vivo, no caso uma levedura, ele é sensível às situações que matam organismos vivos.

1. Calor! As leveduras possuem uma temperatura ótima para fermentarem e produzirem CO2 . Para os fermentos de pães ela fica ao redor de 26-38˚C, passar dessa temperatura pode matar a levedura. Normalmente, as receitas de pães e massas em geral (como a de pizza, por exemplo) levam água morna, o problema é quando passamos de morna. Para testar a temperatura da água você não precisa comprar um termômetro, basta testar a água na sua mão. Se você suportar colocar seu dedo na água morna por alguns segundos ela deve estar na temperatura certa. Se ela estiver muito quente pra você é bem provável que também esteja para as leveduras.

2. Sal! A maioria dos microrganismos é sensível a uma concentração muito alta de sódio. Os gaúchos há muito tempo sabem disso e conservam suas carnes na forma de charque, carne salgada que evita o crescimento de bactérias e fungos. É claro que você precisa colocar sal no pão, mas se colocar de mais vai matar o fermento. Se colocar o sal direto em cima do fermento, existe ainda mais chance de mata-lo, já que a concentração ficará muito alta em volta do bicho. Quando for fazer a “esponja” com o fermento fresco, coloque somente açúcar e água morna. Nada de sal! O fermento só precisa de açúcar e um pouco de calor para começar a crescer.

Outras coisa não matam as leveduras, mas influenciam no seu trabalho e assim no crescimento da massa, por exemplo: temperatura do forno, alterações bruscas de temperatura (como abrir o forno enquanto a massa assa), qualidade da farinha e do açúcar, umidade, etc.

Os fermentos químicos também fazem o bolo crescer por produzirem CO2 , mas não por um processo de fermentação e sim por uma reação química entre um ácido (como o ácido cítrico ou tartárico) e uma base (como carbonatos e bicarbonatos) na presença de água. O crescimento produzido pelo fermento químico é bem mais rápido, por isso não precisamos deixar a massa crescer. Para saber se o fermento químico esta funcionado existe um teste muito rápido: basta colocar uma colherada do fermento em um copo de água e ver as bolinhas do CO2 começarem a subir.

Chega de matar o fermento e colocar a culpa na receita?

Até o próximo post! Mandem dúvidas, sugestões, pães e bolos para a gente!

Pão de leite fofinho (Fácil, rápido e delicioso)


Esta semana estou inspirada nas massas, especialmente nos pães. Encontrei essa receita e fiz na mesma hora!! O pão fica macio, aerado e ainda é muito fácil de fazer. A parte mais "difícil" e esperar o pão crescer rs Vamos lá?!


Ingredientes:

250 ml de leite morno (o leite quente demais mata os microrganismos do fermento)
2 ovos;
2 colheres (sopa) de açúcar;
1/2 colher (sopa) de sal;
10 gramas de fermento biológico seco granulado (ou 30g de fermento biológico fresco)40ml de óleo de soja;
1 colher (sopa) de margarina
+ ou - 600g de farinha de trigo peneirada



Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes exceto a farinha de trigo (eu usei o liquidificador, apenas 15 segundos, nem sei o por quê rs). Despeje em uma vasilha grande e vá acrescentando farinha até desgrudar das mãos (cerca de 600 a 700g). Faça os pães no formato que quiser, coloque na assadeira, cubra com um pano de prato limpo e úmido (para não ressecar o pão) e mantenha em local abafado até dobrar de volume (uns 40 minutos se estiver num dia quente).O forno NÃO deve estar pré aquecido, ligue-o somente quando for colocar os pães para assar (temperatura 200º), até dourar a superfície.


Dica: Use uma ou duas tigelinhas pequenas com água (pode ser duas latinhas, tipo, de milho, só que sem milho rs) e coloque no forno (uma de cada lado) quando for assar o pão. Assim o pão não fica cascudinho! Você também pode esborrifar água no forno antes de ligar para criar um pouquinho de vapor. Acredite, os pães ficam macios por mais tempo.

Gente, fermento químico (aquele de fazer bolo) não pode ser utilizado para fazer esse pão, tá!

Beijos de luz!

Bolo integral de banana e maçã com canela

Ingredientes da massa:
3 ovos
1 xícara de iogurte natural
1/2 xícara de óleo de canola
1/2 xícara de açúcar mascavo
5 colheres (de sopa) de farelo de aveia (ou aveia em flocos, porém o farelo de aveia tem mais fibras!)
3 colheres (de sopa)  de farinha de trigo integral
2 colheres (de sopa)  de amido de milho
1 colher de canela em pó
1 colher de fermento em pó

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Deixe descansar por 15 minutos.

Ingredientes do recheio:
3 bananas nanicas bem maduras
2 maçãs
3 colheres de açúcar mascavo (opcional)
1 colher de canela (opcional)

Misture todos os ingredientes.

Numa forma untada com açúcar e farelo de aveia, despeje metade da massa, adicione o recheio e cubra com a outra metade da massa.  Gosto de salpicar canela e açúcar mascavo por cima antes de levar ao forno, pois forma uma casquinha deliciosa, parecida com a casquinha de colomba (risos).
Coloque em forno pré aquecido a 200° por 35 minutos ou até que a massa esteja assada.

Gosto de comer quente. Mas esse bolo é delicioso de qualquer forma!







Bolo de chocolate fofinho

INGREDIENTES

Massa:
4 ovos
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
2 colheres (sopa) de manteiga
3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
2 colheres (chá) de fermento
l xícara de leite

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes, exceto o fermento, em um liquidificador por 5 minutos (comece pelos ingredientes líquidos para não empelotar).
Adicione o fermento e misture com uma espátula delicadamente.
Despeje a massa em uma forma untada e asse em forno pré aquecido na temperatura  média (180° C), por cerca de 40 minutos.

Fácil e delicioso! 😉 Finalizei com cobertura de brigadeiro tradicional e pedaços de chocolate.


Bolo gelado de mousse de leite ninho

Massa:
5 claras1 pitada de sal
1 copo de requeijão de leite integral, uso o Ninho
5 gemas
3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1 colher de sopa cheia de fermento em pó

Calda:
100 ml de leite condensado Moça
500ml de leite integral Ninho
Recheio
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
30 GR amido de milho
1 lata leite integral Ninho
leite ninho em pó (a mesma medida da lata do leite condensado)
1 gema peneirada

MODO DE PREPARO:
Massa:
Bata, na batedeira, as claras por 10 minutos
Com a batedeira ligada adicione a pitada de sal, o leite, as gemas, a farinha, o açúcar e o fermento
Coloque a massa em uma forma redonda de 23cm de diâmetro untada e enfarinhada
Leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até que ao espetar um palito, o mesmo saia limpo

Calda:
Misture todos os ingredientes para molhar o bolo

Recheio:
Levar todos ingredientes ao fogo até engrossar, exceto creme de leite, que deve ser colocado depois do creme pronto.

Dica: Leve o creme a geladeira até ficar firme com aparência de Mousse, bata com fouet.

Montagem:
Corte o bolo ao meio, molhe a primeira parte com a calda, coloque o recheio e reserve um pouco para cobertura, cubra com a outra parte do bolo e molhe com o restante da calda, depois passe uma fina camada do recheio na cobertura e polvilhe leite em pó, uso o Ninho.

Informação: Amigos, essa receita foi compartilhada pela Santo Pudim. Lá tem uma delícia mais maravilhosa que a outra!! E eu tive o prazer de provar esta delícia e replicar em casa. #magnífico

Torta de Maçã

  • Gente!!!!! Essa torta é deliciosa!!! Super leve, doce na medida certa e mega saborosa!!! Super recomendo ;)
  • Massa:
  • 1 ½ xícara de trigo
    2 ovos batidos levemente
    5 colheres (sopa) de açúcar
    1 colher (sopa) de fermento em pó
    100 g margarina


    Modo de Preparo:
    Misture todos os ingredientes até a massa ficar homogênea. A massa fica com consistência um pouco mais mole, então não dá pra abrir com um rolo, ok?! Abra a massa com a ajuda de uma colher numa forma com fundo removível, forre o fundo e as laterais. Assar em forno pré-aquecido por 15 minutos ou até dourar levemente.

Creme: 
1 lata de leite condensado
1 lata de leite comum

1 caixinha de creme de leite

2 gemas peneiradas
2 colheres rasas de maisena

1/2 colher de chá de baunilha (opcional, eu não curto muito baunilha!)
4 Maçãs descascadas e cortadas em fatias finas (para decorar!!!)
Modo de preparo:
Numa panela adicione o leite condensado, o leite (reserve um pouco), as gemas peneiradas, a baunilha, a maisena misturada no leite reservado e leve ao fogo médio. Mexa até engrossar bem (fiz em 10 minutinhos, mas não pode parar de mexer). O creme engrossa de repente. Se formar bolinhas, basta mexer bem rápido que ele fica bem homogêneo. Desligue o fogo e junte 1 caixinha de creme de leite.


Despeje o creme (já morno) na massa ainda na forma. Decore com as maças sobre o creme.

Calda:
Suco de laranja com 4 laranjas
2 colheres rasas de maisena
açúcar à gosto

Modo de preparo: 
Leve ao fogo todos os ingredientes até engrossar. Espere esfriar. Despeje sobre às maçãs.

Leve a torta à geladeira por 2 horas. 

Pronto!!! Só servir e se deliciar!!!!!!!

Couscous Marroquino com Berinjela e Abobrinha (vegana)

Couscous Marroquino com Berinjela e Abobrinha (vegana)

Ingredientes

1 xícara (250 ml) de água
2 xícaras (500 ml) de caldo de legumes
1 xícara de couscous marroquino
1 colher (sopa) de óleo vegetal
1/4 de cebola ralada
1/2 berinjela cortada em cubos
1/2 abobrinha cortada em cubos
1 cenoura pequena ralada
2 tomates sem sementes, cortados em cubos
Cheiro-verde a gosto

Preparo

Em uma panela, leve a água ao fogo até que levante fervura. Acrescente o caldo de legumes e junte ao couscous em um recipiente grande para hidratá-lo por cinco minutos, sem mexer (após este tempo, solte o couscous já hidratado com um garfo). Enquanto isso, aqueça o óleo vegetal e refogue rapidamente a cebola. Acrescente a berinjela, a abobrinha e, se necessário, adicione um pouquinho de água e deixe refogar por aproximadamente cinco minutos. Quando estiverem quase cozidas, junte a cenoura e os tomates apenas para que aqueçam, não deixando que cozinhem. Acrescente os legumes ao couscous hidratado e salpique cheiro-verde. Sirva quente.

Rendimento: 4 porções

Fonte: RG Nutri na Cozinha
Fonte-http://www.cantinhovegetariano.com.br/

Quais as diferenças entre açúcar cristal, refinado, demerara e mascavo?

acucar


As principais diferenças aparecem no gosto, na cor e na composição nutricional de cada tipo. A regra básica é a seguinte: quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele tem, e mais perto do estado bruto ele está. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, o refinamento, que a gente explica direitinho no fim do texto. Apesar de esses aditivos deixarem o produto bonitão, eles também "roubam" a maioria dos nutrientes. Só para dar um exemplo, em 100 gramas de um açúcar bem escuro, o mascavo, existem 85 miligramas de cálcio, 29 miligramas de magnésio, 22 miligramas de fósforo e 346 miligramas de potássio. Para comparar, na mesma quantidade de açúcar refinado, aquele tipo branco mais comum, a gente encontra no máximo 2 miligramas de cada um desses nutrientes.

A matéria-prima do nosso açúcar, você sabe, é a cana. Antes de chegar à nossa mesa, a planta passa por diversas etapas de fabricação. Primeiro, ela é moída para extrair o caldo doce. Depois, começa a purificação, em que o caldo é aquecido a 105 ºC e filtrado para barrar as impurezas. Em seguida, o caldo é evaporado, vira um xarope e segue para o cozimento, onde aparecem os cristais de açúcar que a gente conhece. Por último, os tipos mais brancos de açúcar ainda passam pelo refinamento, quando o produto recebe tratamentos químicos para melhorar seu gosto e seu aspecto. O resultado final é o açúcar em cristais, mas, se você moldar e comprimir os cristais com xarope de açúcar, dá para fabricar açúcar em torrões. Além da cana, há açúcar nas frutas e no milho (a frutose) e no leite (a lactose). A beterraba é outra fonte de açúcar, mas tem um processo de extração diferente. Ela é popular na Europa: como lá não tem cana, a beterraba entrou na dança.

Doces delícias -  Tipos claros recebem tratamento químico e possuem menos nutrientes

De confeiteiro

Tem cristais tão finos que mais parecem talco de bebê. Excelente para fazer glacês e coberturas. O segredo é o refinamento sofisticado, que inclui uma peneiragem para obter os minicristais e a adição de amido de arroz, milho ou fosfato de cálcio para evitar que os minicristais se juntem novamente

Orgânico

É diferente de todos os outros tipos porque não ultiliza ingredientes artificiais em nenhuma etapa do ciclo de produção, do plantio à industrialização. O açúcar orgânico é mais caro, mais grosso e mais escuro que o refinado, mas tem o mesmo poder do adoçante

Light

Surge da combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais, como o aspartame, o ciclamato e a sacarina, que quadruplicam o poder de adoçar. Um cafezinho só precisa de 2 gramas de açúcar light para ficar doce, contra 6 gramas de açúcar comum. Por isso, que quem consome o açúcar light ingere menos calorias

Líquido

É obtido pela dissolução do açúcar refinado em água. Usado em bebidas gasosas, balas e doces, o açúcar líquido não é vendido em supermercados. Uma das vantagens é que ele não precisa ser estocado em sacos, diminuindo o risco de contaminação com poeira e microorganismos

Frutose

É o açúcar extraído das frutas e do milho. Sem precisar de nenhum aditivo, frutose é cerca de 30 mais doce que o açúcar comum, mas ela engorda sem oferecer uma vitaminazinha sequer. A maior parte da frutose vendida no Brasil é importada e tem preços meio amargos

Refinado

Também conhecido como açúcar branco, é o açúcar mais comum nos supermercados. No refinamento, aditivos químicos como o enxofre tornam o produto branco e delicioso. O lado ruim é que esse processo retira vitaminas e sais mineirais, deixando apenas as "calorias vazias" (sem nutrientes)

Mascavo

É o açúcar bruto, escuro e úmido, extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como o açúcar mascavo não passa pela etapa de refinamento, ele conserva o cálcio, o ferro e os sais mineirais. Mas seu gosto, bem parecido com o do caldo de cana, desagrada a algumas pessoas

Cristal

É o açúcar com cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em água. Depois do cozimento, ele passa apenas por um refinamento leve, que retira "só" 90% dos sais mineirais. Por ser econômico e render bastante, o açúcar cristal sempre aparece nas receitas de bolos e doces

Demerara

Também usada no preparo de doces, esse açúcar de nome estranho é um dos tipos mais caros. Ele passa por um refinamento leve e não recebe nenhum aditivo químico. Por isso, seus grãos são marrom-claros e têm valores nutricionais altos, parecidos com os do açúcar mascavo.
Fonte - por Suzana Paquete 
Fonte - http://mundoestranho.abril.com.br/

Suco de clorofila

  • Ingredientes
  • 2 folhas de couve manteiga com o talo
  • ¼ de pepino sem casca
  • 1 maçã com casca e sem semente
  • Algumas folhas de alface (preferencialmente o broto)
  • 1 rodela de gengibre
  • 1 colher de sopa de aveia
  • 1 e ½ litro de água gelada

Modo de preparo

Corte a couve, a maçã e o pepino antes de colocar no liquidificador. Feito isso, junte a todos os outros ingredientes e bata bem. Adoce a gosto, preferencialmente com mel.

Sucos detox: 7 receitas para desinchar

Além de ajudar a eliminar as toxinas do organismo, os sucos desintoxicantes melhoram o funcionamento do intestino, ativam o sistema imunológico e aumentam a hidratação do corpo. A nutricionista Andréa Uzeda da Clínica Dicorp, no Rio de Janeiro, explica que “as frutas, verduras e outras substâncias utilizadas nesses sucos são ricos em fibras, vitaminas e minerais essenciais para a manutenção da saúde”.
http://www.bolsademulher.com/bolsa-tv/o-poder-dos-sucos
Você também pode combinar seus ingredientes favoritos no suco detox, basta saber direitinho qual é a função de cada um para personalizar sua receita. Veja 7 receitas de sucos detox das nutricionistas consultados pelo Bolsa de Mulher: 

Suco detox de cenoura com maçã


Crédito: ShutterstockCrédito: Shutterstock

Ingredientes

  • 1/2 cenoura
  • 1 maçã
  • 1/2 pepino
  • 1 colher de sopa de Chia
  • 200 ml de água de coco
  • 1 folha de couve
  • Hortelã a gosto

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador. Coar se necessário.

Suco desintoxicante e digestivo

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de abacaxi em cubos
  • 1 cenoura
  • 1 xícara (chá) de talos de erva doce
  • 1 suco de limão e raspas da casca

Modo de fazer

Bata em uma centrífuga ou em um liquidificador todos os ingredientes com um pouco de água filtrada ou água de coco. Para deixar o suco mais cremoso, utilize a medida de meio copo. Evite usar açúcar e adoçantes.

Suco desintoxicante “queima-pneu”

Ingredientes

  • 1 ameixa-preta seca
  • 2 fatias de abacaxi
  • 3 folhas de hortelã
  • 1 copo (200 ml) de água de coco
  • 1 colher (sopa) de semente de linhaça dourada

Modo de fazer

Deixe a ameixa hidratar por oito horas na água dentro da geladeira. Junte aos outros ingredientes e bata no liquidificador. Beba imediatamente sem coar.
Crédito: ShutterstockCrédito: Shutterstock

Suco desintoxicante e energético

Ingredientes

  • 4 cenouras
  • 1 maçã
  • Suco de 1 limão (sem casca)
  • 2 laranjas
  • 1 pedaço de gengibre

Modo de fazer

Bata em uma centrífuga ou em um liquidificador todos os ingredientes com um pouco de água filtrada ou água de coco. Para deixar o suco mais cremoso, utilize a medida de meio copo. Evite usar açúcar e adoçantes.

Suco detox com gengibre

Ingredientes

  • 200ml de suco de uva integral
  • 1 limão com casca
  • Gengibre a gosto
  • Canela a gosto

Modo de preparo

Bata bem todos os ingredientes no liquidificador e coe em seguida.
Quer mais receitas de sucos? O suco que emagrece e os sucos-anti barriga também são uma delícia! O vídeo abaixo ensina outras duas receitas poderosas:

http://www.bolsademulher.com/corpo/sucos-detox-5-receitas-para-desinchar

Suco detox com água de coco

Além de dar um sabor especial às bebidas, a água de coco é considerada um isotônico natural, por ser rica em sais minerais, como sódio e potássio. Aproveite!

Ingredientes

2 folhas de couve
1 colher (sopa) de suco de gengibre
2 colheres (sopa) de suco do limão
3 gotas de pimenta Tabasco
300 ml de água de coco

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes no liquidificador.
Junte o suco de limão e as gotinhas de pimenta.
Bata, adoce a gosto e sirva gelado!

http://luciliadiniz.com/sos-carnaval-suco-detox-com-agua-de-coco/

Detox - Sinal verde para reduzir as medidas

Fora do prato, parece outra pessoa. Quer dizer, outro alimento. A couve é a base desta receita de suco verde que, além de ajudar a detonar a gordura extra, refresca e faz bem à saúde.

Por que beber um suco com couve? Simples. Por que ela faz um bem danado ao nosso organismo. É antiinflamatória, cicatrizante e ajuda a fixar o cálcio nos ossos. Isso sem mencionar os benefícios estéticos. A couve é ótima no combate à celulite, desintoxica, e também ajuda a eliminar a gordura. É claro que dela vem a cor do meu suco verde. Mas, na minha receita, o segredo é gengibre. Esta especiaria ardidinha é considerada um alimento termogênico. Ou seja, algumas pitadas bastam para acelerar o metabolismo. Sendo assim, o suco verde com gengibre é uma ótima pedida para quem busca perder algumas calorias.

Ingredientes

2 laranjas
3 folhas de couve
1 gengibre
1 litro de água

Modo de fazer

Descasque as laranjas.
Corte-as em pedaços e tire as sementes.
Coloque no liquidificador.
Junte as folhas de couve bem lavadas e com talo.
Arescente um pedacinho de gengibre.
Complete com o litro de água.
Bata tudo. Depois, coe, acrescente adoçante a seu gosto e sirva com muito gelo.

Fonte: http://luciliadiniz.com/suco-de-couve/

Picolé de iogurte e frutas

Suco em forma de gelo, a sobremesa que é sucesso em todos os verões agrada paladares de todos os tipos. E todas as idades. Picolés caseiros ficam ainda melhores quando são servidos livres de açúcar e corantes – e cheios de saúde.
Eles misturam qualidades nutritivas e divertidas. Sob a aparência refrescante, com os picolés podemos incorporar uma saúde extra ao cardápio. Basta que sejam feitos em casa com frutas e ingredientes de qualidade biológica, como o iogurte.
Um sorvete no palito comprado na esquina pode esconder mais de 80 kcal. Sem esta ameaça, a versão caseira traz os nutrientes presentes na fruta e os probióticos do iogurte, que potencializam a perda de peso em mulheres.
A receita rende seis porções, com apenas 32 calorias cada.
Para agradar a todos, experimente a mesma fórmula com outras frutas de sua preferência.

Ingredientes

1 pote de iogurte grego light
1 pote de iogurte natural desnatado
6 morangos cortados
8 uvas sem caroço cortadas

Modo de preparo

Junte as frutas cortadas e os iogurtes.
Misture bem e coloque em forminhas para picolé.
Bata levemente a forminha para preenchê-la bem.
Em seguida, coloque os palitos e leve ao freezer por aproximadamente 40 minutos.

Fonte: http://luciliadiniz.com/picole-de-iogurte-e-frutas/

Mitos e Verdades: Carboidratos


Pães, massas, batata, biscoitos e muitas outras delícias! Estes alimentos, dentre outros, são conhecidamente fontes de carboidratos e muitas vezes vistos como vilões em uma alimentação, não é mesmo? Mas, na verdade, as coisas não são bem assim! Confira alguns mitos e verdades sobre os carboidratos.
  • Os carboidratos, juntamente com proteínas e gorduras, são os nutrientes responsáveis por fornecer energia a todo o corpo!
  • Quando comparado com a mesma quantidade de gordura, os carboidratos fornecem aproximadamente metade da energia ao nosso corpo. Em números, 1 grama de carboidrato fornece 4 kcal, enquanto que 1 grama de gordura corresponde a 9 kcal. Apenas por curiosidade, as proteínas contribuem com a mesma quantidade de energia que os carboidratos.
  • Você sabia que os carboidratos são a fonte preferencial de energia para o nosso corpo, especialmente para o cérebro? Sem estes nutrientes, nosso corpo tem que se adaptar para suprir a necessidade de energia, o que acaba desequilibrando o bom funcionamento do organismo. Por isso, dietas da moda com muito pouco ou zero carboidratos não são boas alternativas para emagrecimento. Por isso, opte sempre pelo equilíbrio!
  • Em uma alimentação saudável e equilibrada, ao menos 50% da energia que necessitamos ao longo do dia deve ser proveniente dos carboidratos! Esse valor pode variar de acordo com cada indivíduo, podendo chegar até a 60%.
  • Açúcares presentes nos doces e guloseimas são considerados carboidratos simples, pois apresentam estruturas menos complexas, o que quer dizer que eles são metabolizados mais rapidamente em nosso corpo, sendo capazes de promover picos nos níveis de açúcar no sangue.
  • Faça boas escolhas: sempre que possível, prefira as fontes de carboidratos integrais, pois estas contêm fibras, que contribuem para o bom funcionamento do intestino. Além disso, elas aumentam a sensação de saciedade e auxiliam no controle dos níveis de açúcar e colesterol no sangue.
  • O que devemos evitar na verdade é o consumo exagerado de carboidratos em nossa alimentação, principalmente os açúcares!
  • O carboidrato das frutas se chama frutose e, por mais que seja muito saudável, não podemos exagerar na dose. Em média três porções de frutas por dia é o ideal! Lembre-se que o suco natural também conta. Então, nada de tomar litros e litros só porque é natural, ok?

Abobrinha recheada com cenoura e gengibre

Ingredientes:1 unidade grande de cebola picada
1 colher de sopa de azeite 
4 unidades médias de abobrinha
1 dente de alho esmagado
4 unidades médias de cenouras, cortadas em fatias finas
1 colher de chá de gengibre ralado
1 colher de café de sal        
    
Modo de preparo: 
Pré-aqueça o forno a 200 °C. Refogue a cebola no óleo. Enquanto isso, divida as abobrinhas ao meio no sentido vertical e retire o miolo, sem perfurá-las, formando uma cavidade. Pique o que já foi retirado do miolo da abobrinha e acrescente à cebola junto com o alho, o gengibre e a cenoura, levando ao fogo. Cubra e cozinhe por 10 minutos, ou até os vegetais ficarem macios. Retire do fogo e acrescente o sal a gosto. Coloque as metades das abobrinhas num pirex e preencha-as com o recheio. Cubra com papel alumínio e asse por 40 minutos até as abobrinhas ficarem macias. Variação: recheio com ricota.


Fonte: http://gnt.globo.com/receitas/Abobrinha-recheada-com-cenoura-e-gengibre.shtml